Pesquisar neste blogue

domingo, 4 de novembro de 2007

O FIO DA ARIANA

Há algum tempo atrás, a personagem da Ariana iniciava o seu mundo bloguístico na primeira TEIA , e acolhia quem quer que por lá passasse com estas palavras:

"ONDE ESTAMOS
Dizem que foi há muitos, mas muitos anos, que Teseu, um jovem semi-deus de Atenas, aceitou de Ariadna, uma bela princesa de Creta, um fio de lã para o orientar no seu percurso no labirinto do Minotauro. Teseu cumpriu com sucesso a sua missão de matar Minotauro, regressou do labirinto através do fio e, como prometera a Ariadna, que se apaixonara por ele, levou-a consigo. Na ilha de Naxos, contudo, este abandona-a à solidão. O fio de amor que Ariadna lhe ofertara foi apanhado por Dionisos, que casou com ela, estabelecendo laços fortes de paixão por ela. Após a sua morte, Dionisos colocou a coroa de Ariadna no céu, em forma de estrelas, e como lembrança eterna do seu amor.Mas não foi há assim tantos anos que esta Ariana (que também dizem ser uma variante, em termos de nome, da primeira Ariadna) me apareceu em sonhos. Ainda não sei toda a sua história pois vai fazendo história comigo. Aos poucos e poucos, como início de uma chuva miudinha prestes a tornar-se numa sonora tempestade, vai ganhando forma, enquanto a resgato aos sonhos e a faço abandonar o seu mundo, onde só sei que dorme durante o dia numa teia de aranha esticada entre os braços de uma velha árvore. E quase à semelhança da “outra Ariadna”, aparece com os fios da sua teia neste mundo do virtual (onde teia até se diz WEB) para orientar os caminhos de todos aqueles que o queiram, até este seu espaço que pretende ser acolhedor: a Teia de Ariana.Que os fios sejam as nossas palavras... "
Um dos fios da Teia, ainda nessa casa, abriu um LIVRO DE RECLAMAÇÕES à custa de tanta manutenção que era feita no espaço que a alojava. E a alice, do chromaesthesia, onde nos deixa admirar os seus belíssimos trabalhos (vão lá espreitar!), a 11 de Outubro, deixou um post intitulado NÃO SOMOS SÓ PALAVRAS, no qual recuperava o meu poema do Livro de Reclamações, acompanhando-o, de uma maneira espectacular, com dois trabalhos em acrílico e com colagens sobre tela, baseados no mesmo. Fiquei surpresa. Fiquei "maravilhada" com o gesto. Para além de ter encontrado nas suas imagens o reflexo das palavras que eu quis dizer. Mais uma vez deixo o meu sempre OBRIGADO, não só por semelhante gesto como também pela beleza que se encontra nele e pelos sorrisos que me fizeram nascer! Ficou assim:

"De sentimentos decorados

Com letras por pendurar.

Tatuamos o corpo com histórias intermináveis.

Não vivemos só em fios

Cortantemente estendidos

Entre as vozes mudas de cada um.

Percorremos o som de cada Teia.

Não usamos máscaras feitas à medida

Do abismo que se encerra

Labirinticamente dentro de todos nós.

Herdamos o fio de Ariadne.

Não descemos os mesmos degraus

Que se alojam discretamente

Nas ruínas das nossas almas.

Colocamos novas pedras na Torre de Babel.

Não apagamos a lua da noite

Quando amamos, em segredo,

A luz do dia que nos desperta.

Procuramos sempre o momento exacto.

Não queremos mais do que a dose certa

Da vida servida a quente

Sobre o prato frio da morte como vingança.

Vivemos o amanhã no dia de hoje.

Não sabemos tudo o que queremos

Mas despimos o corpo da ignorância

Quando nos reflectimos perante as questões.

Descansamos na doce esperança.

Não temos o que queremos

Porque encetamos uma luta diária

A cada esquina do amanhecer.

Adiamos a perfeição.



Entre o real e o engano

Entre a porta e a janela

Entre a fuga e a prisão

Entre a pausa e o movimento

Somos o mesmo e múltiplo ser humano."
susana júlio
Carmen Aka Alice
Entretanto, este mundo da Ariana, para além de se "refazer" aqui pelo blogspot, continuou-o no Reflexos do Espectro, onde se encontra com o próprio mundo do Taliesin, de outro blog: o The Spiral. Aqui nos Reflexos não temos medo da escuridão...vemos com os olhos das imagens que nos ficam gravadas não só na objectiva como também na memória da alma, e damos corpo a essas fotografias com molduras de palavras de outros.

E do outro lado da Ariana, as suas mãos trabalham, continuamente, com a Alma na ponta dos dedos, fazendo surgir o blog D`Alma, repleto de inúmeros trabalhos em bijuteria, pinturas e madeiras.

No fundo, estes diversos mundos bloguísticos só são possíveis graças à vossa passagem por aqui. São feitos das vossas palavras que assinalam mais do que uma presença constante outra coisa ainda: a companhia e uma nova "espécie de amizade", que nasce das semelhanças, das diferenças, das opiniões e da partilha. Para todos os que passam por aqui deixo-vos, de coração, o prémio que me foi atribuído pela Teté: Blog 5 estrelas. Supostamente devia atribuir este prémio por outros cinco bloguistas mas contrariando a regra também, aqui fica para vocês recolherem e levaram para os vossos cantinhos. Porque é realmente VOSSO!
Beijos em fio a todos.

15 comentários:

Borboleta disse...

A tua "casa" é 5 * mesmo :D Parabéns pelo prémio, amiga!
A tua forma de expressar é única :D Continua...
Beijos esvoaçantes

Teté disse...

Por muitos espaços que existam na blogosfera, são poucos e raros os que se assemelham a este teu cantinho.

E o "dom" de perceber que as duas imagens faziam parte de um todo, tipo puzzle, a ti o devo. No poema, na música, na magia das tuas palavras...

Jinhos, amiga!

Azer Mantessa disse...

interesting posting on a myth (probably not too) but your words are quite deep that I hardly understand.

interesting still... TQ

:-)

alice disse...

:)
um beijo

Matchbox30 disse...

Lindo! Beautiful! Fantástico...

Eduardo Jai disse...

De volta e para agradecer o bem-estar que aqui espalhas nas teias às vezes de açucar às vezes de nevoeiro. Sempre quentes de conforto.

Até breve, Su.
:)

butterfly disse...

Realmente este é um cantinho diferente,sempre acolhedor...k dá muito prazer de ler,sempre k aqui venho :)
Beijinhos

Papoila disse...

Querida Su:
Este teu espaço é um dos que mais desperta a sensibilidade (livro de reclamações?)
Belíssimo este poema e as imagens desta Teia onde teço uma ponta. Lindo conjunto com o som magnífico.
Beijos

Princesa disse...

Amiga estou viva e bem boazinha!
O tempo não me chega e foge entre as minhas mãos...não quero "aldrabar" o meu espelho e postar "só por postar" então por enquanto fica em Stand-by, em pleno voo...mas prometo regressar. Entretanto é sempre um grande prazer visitar-te e roubar-te um beijo de passagem!!!

Grande abraço Su,
Princesa

Morada Terra disse...

Fico feliz pelo bom momento que sinto que está a passar.
Gosto muito de parar um pouco por aqui e ver as teias que a teia vai tecendo.
Últimamente tenho tido pouco tempo :-(
Bjs
Filipe

carteiro disse...

Não vou dizer que o teu blog é de cinco estrelas mas antes que a sensação com que fico é a de pairar num céu estrelado. Em que as estrelas não estão presas por um fio mas são percorridas por ele.
Um beijinho.

tonsdeazul disse...

Su há palavras que não chegam para dizer imensas coisas.
Por aqui gosto de andar com palavras ou em silêncio, porque por aqui encontro sempre algo único que me faz pensar em imensas coisas, independentemente de concordar ou não.
Beijos, beijos

Guilherme F. disse...

Atrasado venho agradecer o comentário. Gostei das palavras.
bj
Gui
coisasdagaveta.blogs.sapo.pt

mixtu disse...

ainda bem que foi recuperado...
lindissimo
faço minhas as palavras da Dra. Papoila

abrazo europeo

Brain disse...

Su,

Que dizer após este passeio fantástico por estas palavras...

Olha, não vou dizer nada!
Nem sempre as palavras são complemento!

Apenas te deixo um BEIJO!