Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

árvore sagrada

Existem determinados rituais que vamos descobrindo ao longo das nossas vidas, correspondentes a outras eras e a outros tempos. Numa altura em que o próprio Tempo parece correr vertiginosamente para um pós-modernismo “elevado a um extremo inefável”, em que o presente de hoje amanhã já é obsoleto, ainda encontramos reminiscências disfarçadas de mitos e de lendas, devido às suas estruturas não encaixarem com o pensamento contemporâneo. Obviamente, surgem revivalismos religiosos, estéticos e culturais a toda a hora, apenas como modas que voltam e que vão, ao sabor da vertigem consumista deste século. Finais dos tempos, dizem uns?! Cá para mim, é mais uma repetição dos tempos.
Numa das nossas incursões pela bela Galiza, encontramos no Mosteiro de Santa Cristina de Ribas de Sil (Ourense) a árvore sagrada que ali serve de altar de devoção e de pedidos de inúmeros crentes. Esta árvore tem já um culto antigo, sendo bastante conhecida na região. Herança, talvez, dos habitantes celtas e dos seus sacerdotes, que adoravam as árvores e a natureza, restando como prova de uma não total conversão dos locais à cristianização. Para além disso, existe a crença de que quem entrar nos seus cascos e cavernas ocas acabará por ser curado dos males de que se padece. Por entre as ruínas do mosteiro beneditino (século IX) e igreja românica (século XII), e por entre a enorme extensão de centenários castanheiros, surge este outro castanheiro, com a forma bizarra e grotesca, parecendo encerrar uma caverna dentro de si mesmo, que podemos vislumbrar na parte detrás. Os seus ramos, vestidos ou despidos conforme a época, estão pejados de fotografias. Também de terços, colares, pulseiras, moedas coladas, cigarros, doces, imagens de santos e muitos papéis com pedidos escritos em diversas nacionalidades. Desde aquela estudante que queria ter boas notas num exame de faculdade a alguém que queria deixar de fumar; ou outra pessoa que tinha uma doença incurável e que estava em desespero de causa. O certo é que o santo em destaque na árvore (penso que fosse São Benito) tem muito para onde se virar. E como diz o velho ditado:”Em Roma, sê romano!”…nós não fugimos à regra e deixámos os nossos pedidos. Ali ficou ele, resguardado por algo que dizem que não é assim tão biodegradável. Neste caso, dá jeito. O Luís disse-nos que quer lá voltar daqui a vinte anos para ver se o papel ainda lá se encontra...e se os pedidos que fizemos a este Santo deram resultado! E o que é que se pode querer mais?!

11 comentários:

Matchbox32 disse...

Tão gira esta árvore! Pára de me fazer inveja... aaaaahhhhhhhh! Lol!

Beijinhos!

Teté disse...

Há crenças estranhas, que misturam um pouco de várias religiões e culturas antigas, mas a árvore assim "enfeitada" resulta algo bizarra...

Esse tronco oco também é bastante curioso. E claro que fizeram bem em colocar lá o vosso pedido, mesmo que seja apenas uma crendice, nada se perde! :)

Duvido um pouco é que daqui a 20 anos o papel ainda lá esteja. Como dizia o outro "nada se perde, tudo se transforma..."

Beijocas e bom fim de semana para ti! E festinhas ao Sky e à Átia... :D

Anónimo disse...

...fantásticas imagens...que bom passeio tu tiveste...

Como alguém diz: "A Natureza é a Madre de todas as cousas..."

Fica bem!


Gothicum!

su disse...

São sempre recantos espectaculares e ainda se tornam mais admiráveis quando o Homem não transforma a Natureza no sentido de a destruir ou tornar irreconhecível...prova de que podem ser coisas da mesma matéria ( e são!)...haja respeito e admiração em doses certas.
Beijinhos.

gracinda disse...

Isto está tudo muito bonito por aqui! :)

Excelente BSO! Excelente filme!
A árvore da vida... Facing death and understanding the meanig of life... ... ...

Joana disse...

Eu tenho um fascínio enorme por árvores e por folhas... por isso adorei a tua mensagem de hoje! E a banda sonora, bem, fantástica!
Um beijo com o desejo que os vossos desejos se realizem!

Joana disse...

OLá!
Já tenho a minha parte da troca pronta! Quando puderes, envia-me a tua morada (não me lembro se já enviaste) para o meu mail.
Quando enviamos a troca? Depois diz qq coisa, sim?
Um beijinho.

Ana Paula disse...

Que legal!!! Pra variar seu blog é sempre mágico, né? Vou colocar sua troca no correio estes dias, ok? Me desculpe a demora!!!! Mil beijocas!!!!

Ruela disse...

Muito, muito bela!



Bjs, tudo de bom.

Å®t Øf £övë disse...

Su,
Gostei de ler este texto que me remete para tempos antigos ao som dos Sigur Rós. Acho que ficou perfeito.
Bjs.

Anónimo disse...

You have good points there, so I always check your site, it seems that you are an expert in this field. keep up the good work, My friend recommends your blog.

My blog:
cout rachat credit www.rachatdecredit.net