Pesquisar neste blogue

sábado, 21 de junho de 2008

SOLSTÍCIO DE VERÃO...ou... LITHA

O Verão (Estio), oficialmente, chegou. Apesar das próprias estações do ano andarem um tanto ou quanto baralhadas e trocadas. Hoje é o dia mais longo do ano; logo, a noite mais curta; ou seja, é chegado "o momento em que o Sol, durante seu movimento aparente na esfera celeste, atinge o seu maior afastamento em latitude, da linha do equador" (in Wikipédia). Quem entende disto, diz que é nesta noite (Noite de Midsummer) que é propício estabelecer-se contacto com as fadas e os entes especiais, através de rituais realizados em círculos de pedra.
Mas é durante este dia que LITHA, uma festa celta, comemora e honra o elemento SOL como símbolo da VIDA.

A Deusa e o Deus encontram-se no esplendor da sua juventude e celebra-se o fervor da vida. Aliás, era considerado que este Deus atingia o ponto máximo do seu poder, apesar de, ao mesmo tempo começar o declínio do mesmo. De seguida, daria o seu último beijo à Deusa, sua amada, e partiria no Barco da Morte, em busca da Terra do Verão.

Nos tempos antigos, esta data era comemorada através de inúmeros jogos e festivais.

É tempo de assumir humildade suficiente perante o que fazemos na vida, de modo a não ficarmos cegos pelo aparente poder e perene sucesso. Porque tudo na vida é cíclico e faseado; dividido em altos e baixos, na plenitude e na Morte, na oposição conjugada da Vida.
Como os círculos de pedra não abundam nos nossos lares, podem ser realizados rituais com velas vermelhas, queimando-se flores vermelhas ou ervas solares (temos a Camomila, Sabugueiro, Lavanda, Artemísia, Pinho, Rosas, Verbena, Samambaia, Cravo, Margarida, Lírio e Hera). Acompanham-se estes rituais com frutas frescas e vinho doce. E que vos seja concedido a todos a coragem, a energia e a saúde.

Notícias actuais relacionadas com esta data:
* Verão: 30 mil pessoas celebraram solstício em Stonehenge ;
* Solstício de Verão: experiência milenar repetida em Estremoz.

O Ritmo Antigo
O ritmo antigo que há em pés descalços,
Esse ritmo das ninfas repetido,
Quando sob o arvoredo
Batem o som da dança,
Vós na alva praia relembrai, fazendo,
Que 'scura a 'spuma deixa; vós, infantes,
Que inda não tendes cura
De ter cura, responde
Ruidosa a roda, enquanto arqueia Apolo
Como um ramo alto, a curva azul que doura,
E a perene maré
Flui, enchente ou vazante.
Ricardo Reis

Sugestão musical: AFRO CELT SOUND SYSTEM - Vol. 3, Further in Time

30 comentários:

gracinda disse...

Pena que tenhamos perdido a sabedoria dos Antigos; o seu conhecimento da Natureza e plena harmonia entre o Homem, a Terra e o Cosmos.
Então, declaramos o Ano Internacional do Planeta Terra para lembrarmo-nos disso.

Beijinhos grandes

TEA MAKERS disse...

Gracinda: E repara que este chamado "ano" é um espaço de tempo decorrido entre 2007 e 2009!! Tempo para interiorizar certas coisas, muitas coisas para saber voltar a olhar/ cuidar da Terra, que é nossa sem o ser! Esquecemos muitas e tantas vezes que só andamos aqui emprestados ao mundo. O corpo um dia vai e solta-se. E a terra, esperamos nós, a GAIA, continua. Depende de nós saber deixá-la como a encontramos, em vez de a ir destruindo inconscientemente, ao sabor de economias, ganâncias, políticas e ambições.
Perdemos a Sabedoria Antiga...mas herdamos a inquietação dos Antepassados; sabemos que dentro de nós existe qualquer coisa dormente, como um apelo ou chamamento antigo que "incomoda" cada um dependendo da sua sensibilidade. Afinal, é perante a luz que descobrimos que os corpos têm sombras...


Um beijinho grande, querida amiga.

Borboleta disse...

Eu sabia que ias fazer um post sobre o solestício, por isso passei aqui para ler :) Tenho tanta pena que a nossa cultura ocidental tenha perdido todos estes rituais...

Beijinhos :)

su disse...

borboleta: A censura importada da religião católica "primitiva" encarregou-se de fazer perder esses rituais. Mas a essência perdura. Para além das palavras e de gestos vazios.
Não custa nada acender uma velinha vermelha ou um incenso de lavanda, por exemplo. Pedir e agradecer a energia que recebemos todos os dias e que nos anima em todos eles.

Um beijinho grande! :)

Papoila disse...

Querida Su:
Mágico este artigo sobre os rituais celtas do solsticio de Verão!
Beijos

su disse...

papoila: É que nós vamos buscar a magia à Natureza, no final de tudo! Obrigado. Beijinhos grandes.

gracinda disse...

É mesmo uma questão de humildade e reaprendizagem; perceber que fazemos parte de um todo muito maior.

"Tea makers" soa bem... É agradável e acolhedor... E tudo o mais relacionado muito bem pensado e escolhido. As always! ;)

Um beijo bem grande

Teté disse...

Porque será que ao ler o teu texto me lembrei das Brumas de Avalon e dos Cavaleiros da Távola Redonda???

Talvez o toque da magia de outras eras e crenças...

Excelente post, para não variar!

Jinhos, amiga!

1/4 de Fada disse...

Magnífico post! É importante que não esqueçamos estas tradições, nós que temos tanta tendência para isso, aqui "fechados" na cidade. O que seria de nós sem raízes e sem História?

Kátia disse...

Eu gosto muito das histórias celtas e de seu misticismo.Assim como a Teté,lembrei das Brumas de Avalon e dos Cavaleiros.A música e as fotos foram ilustrações bem casadas.
Um cheirinho bem bom e muitos beijinhos.Aproveita esse verão(Ô coisa boa)que eu de cá festejo o inverno com licores.
;)
Bom final de semana!!!!

Kátia disse...

Ah! Adorei esse link de novidades que colocou em seu blog.Isso facilita nossas visitas não é?É tão ruim quando vamos a um blog e ainda está desatualizado...
Fizeste bem!
Beijos mais!

al cardoso disse...

Nao ha duvida que que mais nao fosse, para reatar tradicoes milenares, poder-se-iam realizar essas cerimonias junto dos circulos de pedras, constituidos pelas antas das Terras d'Algodres.

E interessante que as duas tem a abertura virada para nascente!

Um abraco amigo dalgodrense.

Diego disse...

Gosto imenso dos teus textos, transmite verdades e por vezes purezas :)


Continua :D


Bjocas

1/4 de Fada disse...

Gostei tanto que voltei pata ver outra vez. Estavas iluminada.
Beijos.

Beatriz disse...

Uma belíssima postagem com preciosas informações. Há muito que aprender dentro dessa cultura milenar, e muitas vezes só a temos quando alguém como tu, se preocupa em transmiti-la. Parabéns pelo gesto da doação. Que o verão chegue a ti com todas as belezas que essa estação evoca.

Flores, sorrisos e estrelas, na tua semana!

tonsdeazul disse...

Olha por acaso foi um maravilhoso dia de sol! O Solstício de Verão faz-me sempre lembrar os imensos livros que tenho de druidas e fadas e que tanto gosto de ler. :)

Matchbox31 disse...

Já tenho ouvido falar muito desses rituais celtas que, na verdade, me fascinam bastante... essa das comemorações do solestício em Estremoz, é que não sabia... e é aqui tão perto... pouco mais de 20 km... que desatento que ando!

su disse...

gracinda: Então se sentiste o "acolhedor" já sabes que estás sempre convidada a uma chávena de palavras, minha querida amiga...a qualquer hora!!! Um beijinho bem grande.

teté: Deve ser um mundo mais do que imaginário que vive e respira, muitas vezes, por mim, além d emim mesma também...estas alturas são sempre certas para o relembrar... beijinhos grandes.

1/4 de fada: O que seria da cidade sem as raízes deste passado tão antigo e precioso que nós temos, mesmo que oculto em nós?! É verdade! Obrigado. :))) Beijinhos.

kátia: Obrigado. Tem mesmo um "arzinho" celta...há coisas que vibram assim em nós...inexplicáveis...mas sentidas. tenho umas quantas respostas a dar-te...mais logo ou amanhã, com mais tempo. Prometo! Beijo grande.

al cardoso: Virada para nascente de certeza que assim sendo há um significado óbvio na sua construção...há muita sabedoria que já esquecemos mas que não significa que ela não tenha existido ou ainda vá existindo por aí...é verdade, os "nossos" lados até tem sítios lindos e mágicos para fazer este género de rituais. :))) Um abraço amigo.

diego: Obrigado, Diego. Um beijinho grande para ti. Que a verdade esteja sempre realmente em nós!

1/4: sem ser a luz da sala...talvez estivesse iluminada! ehehehehehehe...ou inspirada pelo dia...pelo significado...pelas raízes. Obrigado...outro beijinho grande.

beatriz: Muito obrigado...este género de recordações devem sair cá para fora e serem partilhadas ao máximo para quem quer apreender...nunca é demais o conhecimento...quanto ao uso dele é que se pode discutir...Um beijo GRANDE!

tons de azul: É verdade...como te compreendo...partilho esse gosto literário também!! Claro...eheheheheheeh...beijinhos.

matchbox: Pois é...foi mesmo aí perto. É um mundo muito atraente este da "religio": no sentido de religar com o passado, com a Terra, com os rituais e com os antigos costumes...um beijinho grande.

Ruela disse...

é simplesmente BELO.








bjs.

su disse...

ruela: E é simplesmente... NOSSO, apesar de o esquecermos.

Beijinhos. :)

Boneca de Porcelana disse...

Estou de cabelos em pé com o que andei a perder por aqui. Não tenho bem a certeza mas é possível que se possa dizer que eu esteja de volta. É incrível como a feiura das burocracias o do sistema que utilizamos para educar as crianças que supostamente serão o nosso futuro consegue tolher a criatividade e a vontade de escrever a qualquer um. Pelo menos a mim. Passou a onda gigante, passaram as reuniões. Há sinais de retoma por toda a parte… retoma de mim, retoma da minha vida… será que ano que vem me será permitido novamente trabalhar num sítio onde eu possa ser eu e não metade de mim? Será que ano que vem conseguirei voltar a ser feliz no meu trabalho, coisa tão importante para mim? Só o tempo o dirá. Por enquanto, deixei de sentir a minha garganta estrangulada, pois os tempos de distanciamento daquele local vão-se tornando cada vez maiores. Nem é pelos miúdos. Sim, que eu até gostava dos miúdos. Não gostava era do que eles representavam para mim. Coitadinhos, pobres inocentes.

Acabo de tomar consciência de que deixei passar em branco a noite propícia para entrar em contacto com fadas e entes especiais, ora bolas, logo agora que eu precisava tanto de um pouco de magia na minha vida.

Sim… ao ponto máximo segue-se o declínio… é curioso como os antigos estavam mais atentos a estas realidades simples que todos nós parecemos ter esquecido… mergulhados na rotina, olhamos como loucos aqueles que ousam recordar esse tipo de sabedoria…

De facto, assumir a humildade é algo de interessante a fazer-se a partir do solstício de Verão… afinal de contas, quanto mais iluminados, mais compreendedores da grandiosidade de tudo o que nos envolve… mais conscientes de que qualquer atitude de vaidade ou de orgulho não se justificam… eheheh, claro que um bocadinho de vez em quando não faz mal a ninguém!

Bem, ando por aqui perdida, sem saber para onde me virar… tentando perceber por onde começar, ou recomeçar… sinto as ideias acumuladas durante estes dias amontoarem-se a acotovelarem-se umas à outras dentro da minha cabeça, confundindo-se umas com as outras… preciso urgente e desesperadamente de ter canais para onde deixar fluir isto tudo…

Acho que vou começar pelo teu blog pois tem o condão de me organizar internamente… estou cheia de saudades minha linda!

Beijos grandes!

Boneca de Porcelana disse...

Olha, vamos ao black and white?

Beijus! (Ihihih)

Boneca de Porcelana disse...

Ah... opá, adorei o blogue dos teus miúdos... tens a certeza de que posso comentar? Está lindo!
:-))

Bem queria ter a liberdade de fazer uma coisa dessas com os meus... :-(((

su disse...

lenita: Vamos ao Black and White...estou à tua espera. Quando é que queres começar a construí-lo? Podes fazê-lo tu já...como é que combinamos?!

su disse...

lenita: Quanto ao blog dos miúdos...com toda a certeza que podes comentar. Acho que eles até iam gostar. Está aberto e é público!
O tempo burocrático parece que nos tira o gosto pelas coisas...é impressionante...a isso chamamos a português do tempo psicológico. É marcado pela forma como vamos sentindo a sua passagem...

Seja como for, os antigos parece que estavam amis atentos a estas coisas simples da vida se calhar porque não tinham que se preocupar com esta coisa que a sociedade moderna inventou que é o monstro da burocracia...mas vale sempre a pena parar um pouco e respirar esses valores da antiguidade. São uma herança nossa também...

:)))

Boneca de Porcelana disse...

Uau... deixas-me essa honrosa tarefa de "tratar" do Black and White"??? Mas olha que tecnicamente eu não percebo tanto disto como tu... eu não sei fazer aquilo de meter o pessoal todo ao barulho no mesmo blogue... opá, mas adorava fazer assim uma coisinha e depois mostrar-te... como devemos fazer?? Se quiseres aparece um dia destes no google talk!!!

Olha, logo que voltar à net vou comentar então os teus miúdos... coitadinhos, quando trabalham tanto é preciso valorizar o trabalho deles. Há lá coisas lindissimas!!

Burocracia e imensos focos de distracção... estímulos e mais estímulos que nos fazem esquecer do essencial... mas eu acho isso bom, apesar de tudo.

Bjoka!

su disse...

lenita: Há vontade para ires dando á luz o nosso Black and White. Confio plenamente em ti...as partes mais técnicas se houver alguma dúvida resolvemos as duas juntas. Podíamos combinar assim na quinta feira de tarde ou à noite para falarmos as duas.
Fazes bem em dar um salto lá pelo Palavreando. Agora vou lá colocar mais umas coisas novas no blog deles que está meio parado!

Beijinhos.

Porcelain Doll disse...

Linda... deixa ver, esperemos que quinta à noite ou de tarde dê! se não der de tarde deve dar de noite... ouve, até lá vou tentar fazer algumas coisinhas ai, ai mas que grande responsabilidade!! Ai que nervos, estou em pulgas como tu mesma dizes!!

:-DDD

su disse...

lenita: Então...força...quer dizer que na quinta feira pode haver novidades, certo? Um novo blog?! ;))))

Porcelain Doll disse...

Linda, opá, opá, opá!! Olha, amanhã vou dar uma voltita a Coimbra como eu às vezes gosto de fazer... por isso à noite devo passar por aqui... eu já tenho uma ou outra ideia, algo vaga porque tenho sempre a sensação de que eu talvez não saiba o suficiente destas coisas para fazer assim uma coisa muito linda... mas amanhã falamos então! Se por acaso não puderes vir, não te preocupes... eu tenho mesmo de estar por aqui que vou fazer a procaria da ficha de auto-avaliação... quero entregar aquilo sem falta na sexta-feira...

:-ZZZZZZZZZZZZZZ

Bjoka!!!