Pesquisar neste blogue

sábado, 27 de outubro de 2007

MORTE EM NOME DA ARTE

Em nome de muita coisa já se morreu ao longo da história da humanidade. Em defesa de ideias e crenças religiosas, culturais, científicas, sociais e até pela arte. De livre e espontânea vontade, consciente do acto em si ou "voluntários à força", em nome de determinada causa.
O caso mais recente que está causar polémica por todo o mundo é o de um cão vadio, que foi apanhado num bairro de lata, faminto e cheio de sede. O seu carrasco captor foi o "artista" costa riquenho Guillermo Habacuc Vargas, escolhido para representar o seu país na Bienal Centroamericana Honduras 2008. De seguida, em nome da arte, colocou o dito cão, amarrado, em exposição numa galeria de arte, na Nicarágua. O animal acabou por morrer, de fome e de sede, durante o "evento artístico", à vista de qualquer pessoa. Por detrás desta exposição macabra do animal encontrava-se uma frase escrita com a colagem de biscoitos (ração) para cães: Tu és aquilo que lês (tradução da foto deste post).

A intenção deste "artista" era a de pôr à prova a hipocrisia das pessoas (disse ele) e, perante a contestação de que está a ser alvo, a nível mundial, afirmou ao jornal Nácion: "O animal transformou-se em centro das atenções por estar num local onde as pessoas querem ver arte, mas ninguém ligaria se ele estivesse a morrer de fome nas ruas. Ninguém libertou o cão, ou lhe deu de comer, ou chamou a polícia. Ninguém fez nada".


Digamos que a Arte é a forma livre de expressão de tudo o que se pretende; desde o início dos tempos que se pretende a liberdade de expressão como a forma mais honesta, fiel e "exorcizante" do que nos vai pela alma...mas a que preço é que temos de submeter a arte pela arte? A que ponto a dignidade humana tem de descer para chamar atenção? Ah...desculpem...esqueci-me de que afinal não estamos, ou não estou, a falar de um artista...mas sim de uma pessoa medíocre, capaz de tudo para chamar a atenção sobre si e sobre os seus pseudo-trabalhos artísticos.

Existe uma petição online a exigir que este "senhor" não seja admitido na Bienal...já lá deixei o meu nome. E vocês?!




Estava a pensar...e que tal uma exposição em tempo real com este "senhor" acorrentado, sem comida e sem água, para testar a benevolência humana?! Não, não sou apologista do "olho por olho, dente por dente"...mas este caso mexe com todos os meus "genes" de bondade!!

15 comentários:

Borboleta disse...

Já assinei, amiga... Muito mau... muito maléfico... muito... (sem palavras). Deviamos acorrentar este gajo...

alice disse...

"é a forma livre de expressão" dizes bem...não justificativa de qualquer acção!
já agora, só para reforçar a parte final do teu texto, o senhor merece o exemplo de alguma coerência, portanto, acorrentá-lo seria perdê-la.
beijo

p.s- será que é esta semana? :)

Teté disse...

Já tinha lido sobre este "artista" noutro blog e ontem novamente no Expresso.

Não há palavras para definir um gaijo destes. Se ele queria dar nas vistas, porque é que não se acorrentou a si próprio sem pão nem água e se "suicidou"? Ah, não, a sua "ilustre" personalidade artística tinha de estar cá para contar o feito... "visionário"!!!

Podes crer que vou votar nessa petição!

Jinhos para ti e um Rauf Rauf para o Sky!

su disse...

Borboleta: maléfico é o termo correcto. É mesmo caso de usar aquela expressão antiga: "Fez uma coisa que nem lembra ao Diabo!"

Alice: Também já tinha pensado nessa outra perspectiva: acorrentá-lo acabava por cair na mesma mediocridade que estava a criticar...mas merecia! Para a semana...complicado! : ) Já te explico!

Teté: Pois, é a notícia dos últimos dias. Mas perante um acto destes, premeditado, fica-se atónito. Sem palavras! Força e espalha essa petição online!

Beijinhos a todas.

Eduardo Jai disse...

Muito estranho mesmo, não sabia...

Enfim, uns matam iraquianos ou afegãos ou curdos, outros morrem de fome porque são tratados como cães e este cão morreu pela glória de um mentecapto.

Muito estranho, mesmo...


Um resto de bom fim-de-semana, Su.
:)

soul&body disse...

que horror :|

soul&body disse...

eu até percebo que o homem quisesse chamar atenção pelo facto de haver pessoas na rua a fome e com sede e animais também mas existem pessoas que ajudam as outras e dão-lhes comida e agua, mas agora deixar ali o pobre do animal a morrer é mesmo ...sem palavras! pelo menos que desse agua e comida ao animal!!!! ele no fim de tudo fez pior :S será que esse " artista" não tinha coração para o animal?!!! afinal ele é o pior de todos!!!

Ana S. disse...

Pois é Su. E se em vez do cão fosse ele que se colocasse com trela a morrer de fome? Isso sim ia ser uma boa forma de chamar a atenção sem sacrificar os outros!
Há cada maluco...
Beijos

impulsos disse...

É a segunda vez que leio sobre isto hoje...
Tal como já o disse no outro lado, há bestas humanas que se julgam superiores aos animais.
Mas o que mais me enoja ainda, é que ninguém tenha feito nada perante esta monstruosidade de um louco tão desumano!!
Será assim,um mundo tão cão, que não tem o mínimo de piedade?!
É aberrante e repudiante!

Beijo

Azer Mantessa disse...

yes!

pink floyd is one of my favorite!

TQ :-)

O Profeta disse...

Vou assinar cara amiga...conforme já o disse algumas vezes, a estupidez de certas pessoas não tem limites...


Doce beijo

Matchbox30 disse...

Eu só assino com uma condição: que lhe façam o mesmo que ele fez ao cão!

butterfly disse...

...também tive conhecimento deste episódio mas custou-me acreditar que seria real...é tão absurdo k ate faz impressao...
beijinhos

carteiro disse...

Há sempre outras maneiras de trabalhar o que queremos mostrar por via da arte.

Em relação ao que esse "artista"(?) fez, não tenho uma só palavra.

......

nota: olha, estava aqui também a ouvir Pink Floyd (Echoes).

tonsdeazul disse...

Bem... há coisas macabras mesmo!! Não tinha ainda ouvido tal coisa, mas também ultimamente ando mesmo fora de tudo o que seja notícias!!!

...