Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

O QUE É QUE SE PASSA AÍ EMBAIXO?!

Não sei o que se passa aí embaixo
Para além da Vida que supostamente acontece
Das pessoas que se cruzam insistentemente
Sem se verem realmente
Das palavras que se atiram
Como gestos de pedra
Para além dos falsos sinais
Que dão luz verde ao conflito
Para além dos apressados
Que esgotam o Tempo sem o terem
Dos muros altos de olhares
Que vestem a alma de cada um
Para além das vozes surdas
Que caem como anjos estilhaçados
Após conhecerem o fruto proibido
Para além disto tudo
Não sei o que se passa aí embaixo.
Mas vou ficar por aqui.

26 comentários:

Ana S. disse...

Realmente com tanto de mau que acontece aqui em baixo é melhor estar ai em cima. Há lugar? lol
Beijos

Sandra Daniela disse...

.... e será que nós que andamos "cá por baixo", sabemos o que se passa com esta humaninade?

su disse...

ana s.: Aqui neste cantinho da lua há sempre lugar! Basta "dar um salto"! Beijinho.

sandra daniela: Saber bem o que se passa se calhar não...mas apercebemo-nos de tudo e mais alguma coisa...e quando não se gosta do que se vê, aí é que está!! Beijinhos.

Pedro Branco disse...

Saberei eu da paz? Da inquietação de remar remar remar remar... Ver o horizonte longo à minha frente sem parar. Montanhas e prados de olhares perdidos procurados desejados despejados carregados... Saberei eu de tanto caminho? Do eterno contorno do desejo desejo desejo desejo... Receber cada dor no peito quente ardente paciente presente ausente...
Saberei eu de mim? Do leito corrente da margem foz nascente em que me deito desfeito imperfeito refeito a eito!

sendyourlove disse...

puxa-me....deixa-me fazer-te companhia.

Teté disse...

É Su, e a Vida vai-nos passando ao lado... E às vezes quando se acorda desse torpor já é tarde demais...

É, mais vale dar uma saltadinha até à Lua e ficar a VER o que realmente se passa cá embaixo...

Jinhos, nina e festinhas aos bichinhos!

MIMO-TE disse...

Vim trazer-te mais um chocolate, já entendi o comentário que deixas-te no meu blog.

Olha por causa disso escrevi outro que me fez tão bem!

Miminhos meus e recolhe te ai em cima

MIMO-TE disse...

vim saber de ti.
E deixar mimos de mim!

Márcio disse...

O mundo que vivemos é o melhor dos mundos, basta saber olhar com os olhos certos...

tonsdeazul disse...

Gostei imenso destas palavras.
Por vezes não sei o que se passa por aqui, mesmo andando por este pedaço de chão todos os dias.
Mas mesmo posso-te dizer que os dias são coloridos. :)
Beijinhos

alice disse...

Su querida,

aqui, temos tudo:
Vida, pessoas, palavras gestos,

sinais, que apesar do conflito, dos olhares apressados, ainda partilham um Tempo de alma...

às vezes fingimos ouvir as vozes dos anjos, só para podermos fugir do fruto, pois sabemos que a nossa imperfeição maculará a sua beleza!

beijo
alice

Eduardo Jai disse...

Olá, Su!

Um bom 2008!
O ano novo bloguistíco só há pouco começou para mim e por isso o meu desejo chega um pouco desfasado do calendário.

O que se passa lá embaixo? Ou encima? Não sei muito bem. O usual, provavelmente... :|

Mas cá dentro está tudo bem. ;)

Um resto de dia BOM.
:)




P.S. - Bom som.

Matchbox30 disse...

Aqui em baixo não se passa nada de bom, pelo menos daquilo em que o homem põe a mão...

Borboleta disse...

Aqui em baixo existe sol, cor, carinho, amor! Mas também existe ganância, mentira, egoísmo e hipocrisia... Onde será melhor estar? Não sei... Vai viajando entre um mundo e outro... Assim, terás dois mundos a descobrir...
Beijocas

efvilha disse...

Em relação ao cósmico, que tudo é, somos a semelhança de uma gota de água lançada ao oceano.
Então, tudo somos, e nada somos pois que cósmicos somos.

Um beijo de Paz, em ti.

Mel de Carvalho disse...

Suzita,

Seja o que quer que seja que se passa, passa-se sempre melhor quando se está perto de quem se ama, de quem se estima.

O tempo escasseia sempre, mas hoje consegui estender as asas e voei ... de manhã... mas não consegui entra na teia. Mas queria muito... voei de novo e cheguei.

Beijos de mel para todos ... a família agora é maior, com a Átia ...

Gosto muito, muito de ti, minha nenuquinha.

Mel

PS: Temos de marcar nas férias do Carnaval ...Temos mesmo!!!!

serenidade disse...

Su,
posso ficar aí contigo?

Ás vezes é como que uma saudade de ....lá.... e vontade de deixar de estar por cá...

Serenos sorrisos

O Árabe disse...

É uma bela sugestão, Su, mas como não é possível... continuemos tentando melhorar aqui em baixo, não? :) Belo poema!

A menina do bairro disse...

aqui no meu bairro existe curiosidade esperança ingenuidade e um coração cheio

Azer Mantessa disse...

'I do not know what if it passes there under To beyond the Life that supposedly happens Of the people who if cross insistently Without if really seeing Of the words that if shoot As gestures of rock For beyond the false signals That give green light to the conflict For beyond the hasty ones That they deplete the Time without having Of the high walls of looks That dress the soul of each one For beyond the voices deaf people That they fall as estilhaçados angels After to know the fruit forbidden For moreover everything do not know what if he passes there under. But I go to be for here.'

WOW!

Have a great weekend.

Liz disse...

O que se passa aqui é um egoismo desenfreado de olhares que não exergam, de ouvidos que não sabem ouvir, e de bocas que so se abrem quando não têem nada a dizer!
Obrigado pela visitinha!

Papoila disse...

Querida Su!
Como te comprendo! Felizmente tenho um lugar cativo aí na Lua...
Belíssimo poema!
Muitos Beijos

POETA VAGABUNDO disse...

e sabes bem que vale a pena ficar por aí...
quando comecei a ouvir a canção não gostei...mas logo me apaixonei por ela:)
beijo vagabundo

lua prateada disse...

Pois quem me dera estar ai encima ...

Quando lá passas
Minha lua desabroxa
Continua,sê firme!...
Tal uma rocha.

Beijinho prateado com carinho

Feliz fim de semana!

SOL

mixtu disse...

mas quando desceres, estou aqui, queijo e pão com presunto, da serra
yayaya

abrazo serrano

Oliver Pickwick disse...

Querida Su! Sua inspiração - neste post, disputa com a sua criatividade, a autoria dessa poesia que interage com a imagem. De cá, eu aposto no empate. Afinal, não vou me arriscar dando preferência a uma, dentre muitas, capacidades criadoras. Ainda que seja da mesma mulher.
Beijos!