Pesquisar neste blogue

sábado, 12 de julho de 2008

DOSE DE FATIA DE DOCE

"Dá-me um bocadinho do teu amor todos os dias
Não mo dês todo hoje que amanhã vou precisar dele outra vez
Eu sei conheço-me bem
E nesse aspecto sou exactamente como o resto da humanidade
Preciso de ser amado todos os dias
Só espero não morrer muito velhinho para que o teu amor me dure
até ao fim da vida"


in João Negreiros, O Cheiro da Sombra das Flores, Papiro Editora. Descobri este fantástico e cativante livro de poemas de João Negreiros através da tonsdeazul (que hoje é uma bebé que está de PARABÉNS - uma imensidão de coisas boas na tua vida, para além de todos os belíssimos tons que te caracterizam!)...e é poesia a não perder!
Existe dose certa no AMOR?!

19 comentários:

Kátia disse...

Olha se existe uma dosagem,então eu sou um desatre.Pois,não meço as doses corretas e sempre:
EXAGERO!!!!!!
:)
Beijo,beijo,beijo!

instantes e momentos disse...

belissimo teu blog, gostei muito daqui, vou voltar sempre parabens
maurizio

Papoila disse...

Querida Su!
Amor não tem peso, nem medida... e um bocadinho de amor quotidiano é bela imagem poética para quem sabe que é eterno.
Beijos

1/4 de Fada disse...

Acho que não... Para o amor não há receitas certas ou erradas, cada pessoa tem a sua.

Képia disse...

querida su

tenho um post para ti no meu blog ;)

bjokas

adorei este teu post.

Ruela disse...

complicado este post ;)



quem sabe.



bjs.

Ruela disse...

Bom som ao lado.


uma surpresa ;)

http://neoartes.blogspot.com/2008/02/long-time-ago.html#comments


não digas a ninguém ;)

su disse...

kátia: Acredito que não exista também...é algo que deve fluir ao sabor do momento! Olha, pois deve ser um exagero bom!! Eheheheheh. Beijinhos grandes.

papoila: Não podia estar mais de acordo contigo...acaba sempre por funcionar, ao menos, como uma bela imagem poética! Beijinhos grandes.

1/4 de fada: Cada um vai saboreando ao seu gosto, não é?! Beijinhos grandes.

Képia: Já vi a tua surpresa e...AMEI!!! É bom receber estes miminhos!!! MUITO OBRIGADO!!!! palavras para quê?! Beijinhos grandes.

ruela: É de facto um grande som, não?! ;)))

Pois...tudo o que mexe com a questão dos sentimentos pode tornar-se complicado. Apesar de sermos nós quem está por detrás deles! Linda surpresa. Mesmo "fofinha"! Só podia! ;))

Beijinhos.

gracinda disse...

Olha, e para os beijinhos existe dose certa?

Ok! Eu deixo um então: *

Por enquanto... ;)

su disse...

gracinda: Quando as coisas são realmente sentidas, e no melhor dos sentindos, nunca deve haver doses certas...porque todas elas devem ser as certas, não é?! Acho eu...

Quero mais! Quero mais!! Eheheheheheh

Porcelain Doll disse...

O amor quando é amor de verdade... não conhece limites... a dose certa de amor é simplesmente todo aquele que couber em nós e que conseguirmos dar... das melhores sensações que conheci na vida foi saber o que é abandonar-me de mim mesma e viver simplesmente para outrém... já tive essa sensação com amores, com amizades... acho que é isso que sentem as mães... chama-se amor incondicional... que pena que nem sempre é compreendido... que pena que tantas vezes quem nos rodeia se assuste com o tamanho do que temos para dar e com medo da sua consciência, prefira nem mais tocar no assunto...

;-)

Beijus!!! :-D

impulsos disse...

O AMOR É COMO UMA FLOR...
TODOS OS DIAS PRECISA DE SER REGADA, PARA QUE PERMANEÇA SEMPRE VIÇOSA E BELA!

BEIJO

tonsdeazul disse...

Su fico contente por saber que o livro encheu-te o coração!
Obrigada também pelas palavras que me dedicas. Sempre querida! :)
Beijinhos, beijinhos

tonsdeazul disse...

Ah! E acredito que não existe uma fórmula pré-concebida para o amor! É necessário apenas senti-lo!

Matchbox31 disse...

Olha, se há, ainda não a encontrei... já pequei quer por excesso, quer por defeito...

Borboleta disse...

Nunca é demais dar uma hiperdose ao Amor :D A menos é que não!
Beijinhos

eu) disse...

dose certa...sei amar...sei ser amado...mas o amor nao vive do conhecimento apenas...e da nefasta contabilidade do bom e do mau...o amor e tao dubio quanto a traicao...e tao intenso quanto a paixao....e tao sublime quanto o ballet...dose certa?...sei la....amar faz parte de ti e de mais alguem?nao!!!profundamente errado...amar faz parte de ti ...sim de ti....tu tens a dose...?eu tenho....repartir?dar?ser generoso?...sei la...amar em doses certas?engracado que o amor tem piada ///vasculhei tantas almas e nelas escutei miados de amores encardidos na consciencia do peito que um dia quis amar e se escondeu...e outros que amam em tons tao imensos que o seu sorriso preenche almas perdidas em abismos infindaveis e longinquos...dose certa?lembro de quando falava de empacotar os momentos e dividi-los entre tds aqueles que precisavam....lembro das doses...tao infimas em quantidades quantificaveis...e tanto sorrisos e recordacoes...o que la vai ja vai...o que vem nem deus tem!!!

Sandra Daniela disse...

Peço desculpa... mas andei um pouco afastada das minhas visitas... mas hoje já revi o que tinha deixado para tras... eheheheh

Resolvi comentar este post:

E o amor terá conta, peso, medida, tamanho ou tempo?

Beijinho

Anónimo disse...

como vi uma fã da "Dose da Fatia de um doce" não resisti, é que este poema é dito num espectáculo que eu já vi que gostava que pudessem ver, chama-se "INSPIRAÇÂO É RESPIRAR " de joão Negreiros, e é realizado pelo elenco do teatro Universitário do Minho , eles vão em digressão pelo país agora em Setembro, fica a Sugestão no blogue do TUM,

http://www.blogdotum.blogspot.com/

Próximos espectáculos
Vila Real, Casa de Pasto Chaxoila, 4 de Setembro às 21h30
Porto, Clube Literário do Porto, 6 de Setembro às 21h30
Braga, Livraria Centésima Página, 8 de Setembro às 21h30
Braga, FNAC do Bragaparque, 10 de Setembro às 21h30
Coimbra, FNAC Fórum, 12 de Setembro às 17h00
Chaves, Café Grão Bago, 13 de Setembro às 21h30
Porto, FNAC Norteshopping, 16 de Setembro às 21h30
Vila Real, Associação Espontânea, 19 de Setembro às 22h30
Lisboa, FNAC Chiado, 20 de Setembro às 17h00
Guimarães, Livraria do Centro Cultural São Mamede, 21 de Setembro às 21h30

Cristina